Pilar do Sul, a nascente das águas.

Fonte Internet
Brasão de Pilar do Sul.

Domingão acabando e com ele o que vem? Sim, post novo no blog. E hoje vou falar um pouco sobre Pilar do Sul.

Como alguns de vocês sabem, moro em Salto de Pirapora, uma cidadezinha linda no interior de São Paulo, e ao redor é cheio de outras cidadezinhas igualmente encantadoras, e esse final de semana fomos conhecer um pouco mais sobre uma delas, Pilar do Sul.

Pilar do Sul é um município brasileiro do estado de São Paulo, situa-se na Região Metropolitana de Sorocaba, na Mesorregião Macro Metropolitana Paulista e na Microrregião de Piedade. Sua população em 2015 foi estimada em cerca de 30.095 habitantes. (fonte Wikipedia)

Fizemos uma viagem rápida para conhecer por cima a cidade, o que há de legal por lá e para meu marido jogar o Ingress, um jogo muito louco de captura de portais em diversos lugares. (se vocês quiserem posso fazer um post mais detalhado sobre isso, afinal, jogos e diversão também é cultura)

Daqui de Salto de Pirapora até Pilar do Sul, são cerca de 28km em uma estradinha rodeada por natureza e paisagens lindas, muito verde, enormes árvores de eucalipto e muitos bovinos e equinos passeando em seus pastos. Só a viagem em si já vale muito a pena, ainda mais se você for de moto como a gente, dá para sentir os cheiros, as temperaturas de acordo com a paisagem, é incrível. (gostaria de ter filmado a viagem para vocês mas como o tempo estava meio fechado e não temos GoPro ainda vai ficar para a próxima)

Chegando lá conhecemos alguns lugares como a Catedral de Pilar do Sul, que se situa na Rua Elias Valio, um importante Major Italiano. Apesar da grande idade da Igreja tipicamente localizada na praça central da cidade, ela está impecavelmente conservada, e é um local muito bonito para ser visitado por cristãos e não cristãos. Ao redor dela há uma arborizada praça com bancos, uma fonte e muito verde para curtir e relaxar.IMG-20160305-WA0015-3

Continuando no nosso passeio/jogo conhecemos o Kaikan – Associação Cultural e Desportiva de Pilar do Sul, que fica na Rua José Martins Perches nº 93, mas infelizmente só estava aberta mas não havia nenhuma programação acontecendo, nem nenhum funcionário para nos explicar melhor sobre o local, na internet também não encontrei nada concreto sobre o local, iremos tentar contato durante a semana e agendar uma visita monitorada pois como admiradora da cultura japonesa, quero saber mais sobre lá. (e claro contar tudo para vocês)

Por último, bateu aquela fome e perguntando para os moradores locais por um bom restaurante com comida caseira e ambiente bem típico de interior encontramos o Boteco do Bloco, que fica na Rua Gabriel Batista de Proença (quase em frente ao Pilão que tem bem na entrada da cidade, não tem erro) um bar e restaurante maravilhoso, com  atendimento de primeira, comida caseira de qualidade e um preço incrível, são apenas R$20,00 para comer à vontade. Além de ser lindo, todo decorado lembrando casinha de vó, bem interiorano mesmo. Uma delícia!

 

E depois de um belo dia de descanso e diversão só nos restou pegar a estrada de volta para nosso sossego “Saltodepiraporiano” antes que caísse o pé d’água que estava por vir…

E foi isso pessoal, um pouco do nosso dia de viagem à Pilar do Sul. Espero que tenham gostado do post. Se gostaram, tem alguma dica ou sugestão deixem aqui em baixo nos comentários e nos vemos no próximo post. Ah não esquece de me contar alguma história caso já tenham ido à esses lugares, e se forem compartilhem nas redes sociais com a hashtag #olhareselugaresindicou.

Tchau!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s